Um olhar de um cavalo, mas um olhar de esperança! Esperança de liberdade?

 

Este amigo, encontrou-se, cara a cara, com o Ventor, ali por S. Pedro de  Sintra. Até parecia que me perguntava pelo Antar. Mas o Antar é um belo cavalo que fala comigo, que me adora e eu a ele, que lutamos juntos contra tudo e contra todos, mas só em sonhos! Será?

Com este olhar, dá a sensação que este amigo já me conhece de longa data. Apenas quer a liberdade! E eu seria capaz de lha dar, mas só nas minhas Montanhas Lindas. Aqui não há onde.

 

**********************************

Eu sou o o Pingas, o cisne amigo do Quico e do Ventor. Agora, sem o Quico, estarei por aqui, a tentar animar o Ventor

********************************************

publicado por Quico, Ventor e Pilantras às 15:39